Accountability and reporting

 

Accountability and Reporting é uma das linhas de investigação do Centro de Estudos Organizacionais e Sociais do Politécnico do Porto (CEOS.PP), que polariza a investigação no domínio da Contabilidade, Finanças, Auditoria, Direito e de outras áreas disciplinares conexas.

Os investigadores que integram esta linha de investigação maximizam a sua colaboração, tornando reconhecível a sua produção científica, as suas iniciativas e as publicações académicas, como se descreve a seguir:

  • O regime de prestação de contas nas sociedades comerciais de forma a determinar: (i) Como se apuram os resultados nas sociedades comerciais (o processo, o intervenientes, o controlo / fiscalização das contas); e (ii) Quais as aplicações dos resultados apurados (reservas / dividendos);
  • As obrigações de reporte de informação decorrentes das recentes intervenções legislativas de combate ao branqueamento de capitais e ao terrorismo. Designadamente, a obrigação das sociedades identificarem o beneficiário efetivo de cada participação social (quota ou ação). Bem como a obrigação de conversão de todos os valores mobiliários (designadamente ações) em nominativos;
  • A transparência e Accountability na Investigação e Desenvolvimento dos Laboratórios Associados. Pretende-se verificar se as demonstrações financeiras evidenciam a imagem verdadeira e fidedigna do património e do desempenho, assim como aferir se os financiamentos obtidos e utilizados em atividades de Investigação e Desenvolvimento se impactam na rúbrica de Ativos Intangíveis, bem como se o normativo contabilístico aplicável a estas organizações é o mais adequado tendo em conta as suas características;
  • Abordagem do risco no setor empresarial de acordo com os princípios do COSO ERM ou através da implementação da ISO 31000;
  • A Gestão do Risco numa conjuntura propícia à Fraude;
  • Auditoria aos sistemas de informação;
  • Gestão e mensuração de capital intelectual e intangíveis;
  • Divulgação da informação não financeira;
  • Divulgação (não financeira) de Capital Intelectual em Instituições de Ensino Superior;
  • Transparência na divulgação de informação por parte de grandes empresas em economias emergentes;
  • Alteração do IVA na UE, tendo por base o plano apresentado pela Comissão Europeia para tornar o IVA na União Europeia mais adverso à fraude e favorável às empresas, prevendo uma maior harmonia fiscal entre os Estados-membros. Analisar o impacto deste plano nas empresas;
  • Num contexto de complexidade do mundo financeiro há necessidade de determinar potenciais vantagens de investimentos com a consequente assunção do risco subjacente;
  • O risco e a avaliação das empresas na vertente financeira e a informação que está acessível ao mercado aferir se esta é fidedigna e fiável.
Top
We use cookies to improve our website. By continuing to use this website, you are giving consent to cookies being used. Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree