Comunicação e Línguas em Ambientes Organizacionais


Esta linha de investigação pretende desenvolver investigação interdisciplinar aplicada ao contexto societal actual, identificando desafios e oportunidades que se colocam à comunicação organizacional, nas suas vertentes linguística, cultural, multimodal, estratégica e digital. 

Pretende-se dar resposta às necessidades das empresas, ao nível da otimização da eficácia e da qualidade comunicativa dos seus conteúdos linguísticos e multimodais e dos seus processos comunicativos presenciais e em rede.
Ancorada sob o cruzamento das ciências da comunicação e das ciências da linguagem, pretende atender aos diferentes paradigmas da comunicação estratégica, sob a perspetiva do uso da comunicação, de forma intencional, para atingir objetivos organizacionais, apoiadas pragmaticamente na definição e modelação da sua missão, visão, valores, personalidade, identidade, reputação e imagem. Abrange, nesta perspetiva, a investigação fundamental e teórica, assim como a sua transposição e a investigação aplicada ao meio empresarial, no sentido de providenciar o seu desenvolvimento tangível.

A adequação, precisão e qualidade linguística dos conteúdos e dos processos comunicativos constitui um elemento estratégico determinante do sucesso ou do insucesso de um dado produto ou serviço e da manutenção da sua reputação e credibilidade num mercado crescentemente internacionalizado, competitivo e exigente. Porém, muitas empresas não estão ainda sensibilizadas para identificar as dimensões linguísticas e comunicativas com fatores críticos de sucesso.

Esta linha pretende levar a cabo trabalho experimental, desenvolvendo modelos conceptuais e concebendo processos formativos que otimizem o desempenho dos profissionais que gerem e executam tarefas comunicativas no seio das empresas, dotando-os de literacias novas inerentes à edificação e gestão comunicativa das organizações, à construção da retórica discursiva multimodal, crucial à visibilidade voluntária na rede, ajudando-os a serem capazes de manipular a língua enquanto ferramenta argumentativa, persuasiva e de rigor conceptual e de gerir ferramentas de harmonização terminológica e estilística, tornando-os mais aptos a valorizar e promover a clareza, a persuasão e a identidade enquanto elementos críticos do sucesso empresarial.

Top
We use cookies to improve our website. By continuing to use this website, you are giving consent to cookies being used. Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree