Recursos Humanos: potenciar pessoas, organizações e comunidades

 

Num mundo cada vez mais Veloz, Incerto, Complexo e Ambíguo (VUCA), a gestão e o desenvolvimento das pessoas assumem uma prioridade ímpar. Formar e desenvolver indivíduos, equipas, organizações e comunidades para níveis de desempenho cada vez mais exigentes constitui um dos desafios centrais da Revolução 4.0 e do paradigma sociopolítico atual. É neste contexto que o Grupo de Investigação de RH do CEOS assume como sua missão produzir e disseminar conhecimento técnico-científico de RH que se traduza numa efetiva melhoria na compreensão e intervenção nos fenómenos individuais, organizacionais e societais do trabalho. A investigação é orientada para resultados que apoiem a real tomada de decisão organizacional, a disponibilização de recursos e instrumentos estratégicos para os profissionais de RH, a adequação da oferta educativa e formativa de RH e contribuam para o desenvolvimento contínuo das políticas sociais de Recursos Humanos.

É fundado nesta missão que este grupo de investigação assume uma abordagem à área de conhecimento de Recursos Humanos (RH) ampliada ao seu campo técnico, político e estratégico e focalizada tanto na gestão como no desenvolvimento das pessoas em contexto de trabalho. Nesta perspetiva, o grupo de RH do CEOS concretiza a sua missão com investigação a diferentes níveis:

1) a nível individual investigam-se as variáveis associadas ao sujeito numa perspetiva de desenvolvimento dos perfis e desempenhos profissionais no mercado de trabalho. A empregabilidade, a gestão de carreira e a intervenção individualizada em RH assumem as principais temáticas deste nível;

2) a nível organizacional a linha estuda o funcionamento de equipas e organizações no sentido de identificar modelos preditivos de melhores performances, potenciando processos e práticas de forte impacto na estratégia e resultados organizacionais; e

3) a nível societal a investigação assume como objeto de estudo a qualificação e o desenvolvimento de mercados de trabalho em comunidades, territórios, setores económicos e grupos profissionais.

 

Objetivos

1 – Identificar variáveis que potenciam a performance das pessoas em contexto de trabalho;

2- Contribuir para o desenvolvimento das competências do paradigma 4.0;

3- Conceber modelos de gestão e desenvolvimento de RH potenciadores do desempenho profissional eficaz;

4- Fomentar a eficiência, a competitividade e a sustentabilidade do tecido laboral.

Top
We use cookies to improve our website. By continuing to use this website, you are giving consent to cookies being used. Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree